Monitoramento do ENSO, MJO, AAO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Monitoramento do ENSO, MJO, AAO

Mensagem por Marcelo Rosa Melo em Sex Nov 06, 2015 10:00 am

A influência do El Niño sobre a Alta da Bolívia e a formação de ZCAS (Zona de Convergência do Atlântico Sul). Confiram a explicação segundo a Climatempo:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Marcelo Rosa Melo

Mensagens : 96
Data de inscrição : 10/10/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Monitoramento do ENSO, MJO, AAO

Mensagem por Marcelo Rosa Melo em Sex Nov 06, 2015 4:21 pm

A influência do El Niño sobre o incremento de chuvas na região Sul. Vejam a explicação desse fenômeno segundo o Climatempo:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Marcelo Rosa Melo

Mensagens : 96
Data de inscrição : 10/10/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Monitoramento do ENSO, MJO, AAO

Mensagem por Marcelo Rosa Melo em Sex Nov 06, 2015 6:49 pm

Uma década depois do furacão Catarina, Brasil pouco avançou na previsão de fenômenos naturais extremos

"...Os pesquisadores descobriram a existência das chamadas "panelas de água relativamente quente" (denominadas de vórtices de núcleo quente), a centenas de quilômetros da costa. Essas panelas permitiram que o Catarina mudasse o trajeto em rumo da costa brasileira. No caminho, foi se abastecendo de água quente das panelas até se transformar em furacão..."

...Para o meteorologista Leandro Puchalski, do Grupo RBS, pouco ou quase nada foi feito em relação à previsão e prevenção...

O IDEAL PARA PREVER UM FURACÃO

— Boias oceanográficas;
— Radares,  e  Aviões meteorológicos (para sobrevoar o olho do furacão);
— Modelos numéricos de previsão de trajetória específicos para o Brasil.


PARA QUE SERVE A BOIA

— É instalada em alto-mar para captar variáveis atmosféricas (como precipitação, umidade, vento e radiação) e oceânicas (como salinidade, temperatura e pressão);

— Na torre superior, acima da água, há pluviômetros (para medir a quantidade de chuva), anemômetros (para indicar a direção e a velocidade do vento), espectrorradiômetros (para checar a radiação solar), termômetros, GPS e medidores da concentração de gás carbônico e da umidade relativa do ar;

— Na parte submersa, há um cabo de 4 mil metros de comprimento fixado ao fundo do mar. Ao longo dos primeiros 500 metros do cabo, a partir da superfície, há sensores como fluorômetros (que medem a concentração de flúor), espectrorradiômetros e termômetros.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Marcelo Rosa Melo em Sex Nov 06, 2015 6:53 pm, editado 1 vez(es)

Marcelo Rosa Melo

Mensagens : 96
Data de inscrição : 10/10/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Monitoramento do ENSO, MJO, AAO

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum